Espanhola que acusou Daniel Alves de estupro vai processar mãe do jogador por divulgação de imagens, diz imprensa local

Seja bem-vindo
Cotia,03/03/2024

  • A +
  • A -

Espanhola que acusou Daniel Alves de estupro vai processar mãe do jogador por divulgação de imagens, diz imprensa local

g1.globo.com
Espanhola que acusou Daniel Alves de estupro vai processar mãe do jogador por divulgação de imagens, diz imprensa local


Lucia Alves divulgou vídeo com supostas imagens da denunciante. Defesa da vítima alega que mãe do brasileiro descumpriu determinação da Justiça espanhola, que proibia divulgação de informações sobre a jovem. Foto de arquivo mostra ex-jogador Daniel Alves durante entrevista coletiva em 1 de dezembro de 2022
Andre Penner/AP
A espanhola que acusou o jogador Daniel Alves de estupro vai processar a mãe do brasileiro, Lucia Alves, pela divulgação de imagens da suposta vítima, de acordo com o jornal espanhol "El Periódico".
No fim de dezembro de 2023, Lucia Alves, mãe do jogador, publicou em suas redes sociais um vídeo com imagens de uma jovem que afirmou ser a espanhola que alega ter sido estuprada pelo brasileiro.
A Justiça de Barcelona havia proibido a difusão de informações e imagens da suposta vítima enquanto o processo corre.
Daniel Alves está preso desde janeiro do ano passado de forma preventiva, após a jovem denunciar à polícia de Barcelona, na Espanha, ter sido estuprada por ele em uma boate da cidade. Em agosto de 2023, Alves virou réu. O jogador irá a julgamento entre 5 e 7 de fevereiro deste ano.
Procurado pelo g1, o Tribunal de Barcelona responsável pelo caso ainda não havia se pronunciado sobre o novo processo contra a mãe de Alves até a última atualização desta reportagem.
À imprensa espanhola, a defesa da suposta vítima afirmou que as imagens selecionadas pelo vídeo exibido nas redes sociais de Lucia Alves violam a intimidade da jovem garantida pela Justiça espanhola no início do processo.
O caso
Daniel Alves: Julgamento é marcado pela Justiça espanhola
O ex-jogador da seleção brasileira Daniel Alves é acusado de ter estuprado a espanhola dentro de uma boate de Barcelona em 30 de dezembro de 2022. Ele nega.
Desde janeiro de 2023, quando foi ouvido pela polícia pela segunda vez e se contradisse, Daniel Alves está em prisão preventiva, sob a alegação de risco de fuga. Ele não tem direito a fiança e seguirá no mesmo presídio, nos arredores de Barcelona, enquanto aguarda o julgamento.O brasileiro mudou sua versão pelo menos três vezes. Na primeira vez em que falou sobre o caso, em um programa de TV da Espanha, ele afirmou que não conhecida a denunciante.
Em abril, já preso, ele declarou à juíza responsável pelo caso que manteve relações sexuais consensuais com a jovem sem penetração. Ele argumentou ter mentido em um primeiro momento para ocultar a relação extraconjugal da esposa, a modelo espanhola Joanna Sanz, que posteriormente pediu a separação.
Em uma última versão, Alves reconheceu que houve penetração, mas repetiu que a relação foi consensual, o que a suposta vítima nega.
Na Espanha, denúncias de estupro são investigadas sob a acusação geral de agressão sexual, e as condenações podem levar a penas de prisão de 4 a 15 anos.




COMENTÁRIOS

Buscar

Alterar Local

Anuncie Aqui

Escolha abaixo onde deseja anunciar.

Efetue o Login

Recuperar Senha

Baixe o Nosso Aplicativo!

Tenha todas as novidades na palma da sua mão.